O ponto cego da Geração Flux

Please note – this article The Blind Spot of Generation Flux is also available in English.

Hoje tive a oportunidade de ler dois interessantes artigos na FastCompany sobre Geração Flux – A nova geração de empresários que amam o caos. Geração Flux é o nome cunhado por Robert Safian , e ao contrário das gerações X e Y que estavam relacionadas com a idade, Geração Flux é um estado de espírito.

Photo: FastCompany.com

Photo: FastCompany.com

Geração Flux tem as seguintes características:

  • Identifica o caos como uma oportunidade e não somente como um desafio
  • Abraça a adaptabilidade e a flexibilidade
  • Tem abertura para aprender de qualquer lugar;
  • Tem determinação temperada pelo conhecimento de que hoje os negócios podem mudar radicalmente a cada três meses
  • Não identifica um modelo único de liderança
  • Não espera – reinventa
  • Tem pouco medo do fracasso

Em seu segundo artigo, Safian analisa a forma como as empresas mais criativas estão abraçando o caos em inovação.

Photo: Screenshot from FastCompany.com

Photo: Screenshot from FastCompany.com

Este é também um excelente artigo especialmente pelo fato de Safian discutir a teoria do caos com uma das principais escritoras em administração Margaret Wheatley, autora do livro Liderança e a Nova Ciência, que trata de como as empresas estão aprendendo a mudar seu pensamento, abraçando as novas ciências como a teoria do caos, a teoria da complexidade e a física quântica. É um livro maravilhoso que eu sempre recomendo para leitura.

Este segundo artigo se torna ainda mais forte quando discute a respeito da “consciência compartilhada” e o desafio de lidar com as hierarquias nas organizações ao mesmo tempo em que tem que incentivar a criatividade, a abertura, a confiança e a comunicação. Existem também alguns comentários realmente importantes sobre o sentido de presença e a necessidade de encontrar tempo para a meditação e a contemplação. Isso é realmente interessante e necessário.

Porém, uma coisa me chama muito a atenção nesses artigos: o foco no curto prazo. Conforme Wes Anderson, CEO da Box:

O período de três meses é o melhor horizonte em que se pode pensar coerentemente.

Safian descreve Anderson como “um grande exemplo de o que significa ser um líder Geração Flux.” Entretanto, há uma coisa que eu sinto falta em todos os grandes exemplos de líderes da Geração Flux que é uma noção de natureza, da mãe natureza, do ecossistema do qual somos parte. Apesar de todo argumento de superação do pensamento newtoniano, ainda há muitos fragmentos desta, embora se alegue ter-se criado um novo paradigma. Acredito que esses líderes da Geração Flux não entraram na fase de “fogo do pensar”, uma qualidade refinada de pensar que leva a uma verdadeira transformação (para um relato mais detalhado sobre os quatro elementos do pensar, consulte o artigo: Intuição, mudanças de paradigma e as quatro qualidades do saber).

O que eu gostaria de perguntar é sobre onde fica a sabedoria do pensar a longo prazo, do pensamento sistêmico, de uma compreensão do impacto que nossas ações têm sobre os outros, sobre nós mesmos, e sobre o nosso planeta. Será que no nosso mundo obcecado por tecnologia, nós realmente estamos sofrendo de Transtorno de Déficit de Natureza?

Na próxima semana publicarei a resenha do novo livro de Henri Bortoft “Tomando a Aparência Seriamente” (livre tradução), onde ele fornece uma reavaliação impressionante sobre a história da ciência e nos mostra como precisamos experimentar uma mudança em nosso pensamento para compreender verdadeiramente a dinâmica orgânica não-linear dos sistemas. Para entrar no que Henri chama de “a forma dinâmica de pensar” que vai ser a próxima mudança de paradigma real e autêntica, e não uma em que, embora a teoria do caos seja abraçada, ainda nos mantém presos em uma visão de mundo egocêntrico, onde vemos a nós mesmos como sujeitos separados de todos os outros objetos, e assim sem conseguir compreender os sistemas em sua inteireza.

Pedro Passo discusses the wealth of biodiversity

Pedro Passo discusses the wealth of biodiversity

Eu tive a oportunidade de participar recentemente de dois fóruns em São Paulo e gostaria de sugerir que a Geração Flux reservasse um tempo para aprender com líderes como Pedro Passo, um dos fundadores da Natura e que tem uma compreensão autêntica dos sistemas naturais, assim como Lindolfo Martin, presidente da Multicoisas, que compreende o papel que a intuição desempenha nos nossos negócios e em nossa vida em sociedade.

Lindolfo Martin

Lindolfo Martin

Sem dúvida é importante aprender a desfrutar o caos, mas é importante ressaltar que os sistemas vivos não são, eu repito não são, sistemas caóticos. Sistemas vivos operam no limite do caos, que é o espaço criativo que marca a fronteira entre ordem e caos. Se a Geração Flux falha em não apreciar isso, se não conseguem contemplar essa interação entre ordem e caos, bem, a única coisa que poderá acontecer no caso de sistemas extremamente caóticos é que no final eles entrarão em colapso. O limite do caos é um lugar maravilhoso para se estar, eu só espero que esta Geração Flux tenha as ferramentas de navegação adequadas para encontrá-lo.

Acknowledgements

Gostaria de agradecer Maria Auxiliadora pela tradução.

Links

Intuition, Paradigm Shifts and the Four Qualities of Knowing

Creative Inspiration at the PME Summit, São Paulo

Brazil’s first forum on Bioeconomics

How Leaders At Companies From Box To Gore Innovate In Chaos

This Is Generation Flux: Meet The Pioneers Of The New (And Chaotic) Frontier Of Business

One response to “O ponto cego da Geração Flux

  1. Pingback: Dialogue on Leadership: Generation Flux Say Goodbye to Org Charts | Transition Consciousness·

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s